Promoção de emprego passa pela execução dos programas do Governo

A promoção do emprego na juventude passa, necessariamente, pela execução de programas, políticas conjunturais e estruturais do Executivo, considerou Sábado, no Lubango, o primeiro secretário provincial do MPLA na Huíla, Luís Nunes

O político, que falava durante a X Assembleia Provincial Ordinária de Balanço e Renovação de Mandatos da JMPLA, afirmou que o objectivo fundamental é consolidar a estabilização macro-económica assente no equilíbrio de mercado de capitais, cambial e das finanças públicas, de forma a estimular investimentos públicos e privados para a diminuição da taxa de desemprego e aumento da produção interna.

Declarou tratar-se de medidas de médio e longo prazo, cujo impacto não é imediato, sendo que o Governo tem procurado estimular o emprego com a admissão na função pública nas áreas da Educação, Saúde, Polícia, Justiça, entre outros sectores. Encorajou os pequenos e grandes contribuintes da província que, com os seus investimentos, ajudam a manter o actual nível de emprego e posteriormente reduzir as taxas de desemprego.

“Para o alcance desses grandes objectivos políticos e sócioeconómicos, a direcção eleita deve, com rigor, defender princípios morais e éticos que se pautem pela honestidade, lealdade, firmeza, fidelidade, transparência e responsabilidade, para educar os jovens dentro dos princípios do MPLA”, realçou. Agradeceu o desempenho da direcção cessante, que permitiu o reforço da unidade e coesão da juventude.

A X Assembleia Provincial Ordinária de Balanço e Renovação de Mandatos elegeu Ilda Martins para o cargo de primeira secretária provincial da organização juvenil. O evento contou com a presença de 470 delegados, dos 505 previstos dos 14 municípios da província da Huíla, assim como membros do partido, da organização civil, entre outros. A JMPLA na província da Huíla conta com 146 mil e 842 militantes.

error: Content is protected !!