O editorial:Há igrejas e igrejas

Jornal OPaís edição 1599 de 17/09/2019

A Igreja continua a ser a reserva moral e o actor fundamental na transmissão de valores éticos à sociedade, visando manter a coesão e a reconciliação entre as famílias, considerou nesta Segunda-feira, em Luanda, o director do Instituto Nacional para os Assuntos Religiosos (INAR), Castro Maria, citado pela Angop. é muito bom que o Estado reconheça o papel da Igreja e que o apoie. Como exemplo, temos o acordo entre o Estado angolano e o do Vaticano que, certamente, dará frutos em breve, em termos do incremento do ensino, na organização das famílias e até na cidadania das pessoas. Mas é fundamental que o Estado defenda também o cidadão dos novos fenómenos maliciosos que surgem todos os dias camufl ados com a palavra igreja. O Estado ainda permite a operação de grupos criminosos que estão a causar graves feridas na sociedade apenas porque se apresentam como igrejas. E algumas já tomaram dimensão demasiado grande

error: Content is protected !!