CASA-CE analisa situação sócio-económica do país

A coligação CASA-CE vai apresentar hoje, em Luanda, a sua visão sobre a situação política, económica e social do país, durante a realização de uma conferência de imprensa que vai contar com a presença de órgãos de comunicação públicos e privados. A conferencia, a ser dirigida pelo presidente da coligação CASA-CE, André Mendes de Carvalho, vai espelhar a visão da coligação partidária sobre o estado real do país face à situação de crise económica que enfrenta, desde 2014, com sérios problemas sociais.

A seca nas províncias do Sul, com realce para o Cunene, Namibe, Cuando Cubango e Huíla vai igualmente ser abordada na conferência de hoje, que, para além do presidente da coligação, vai contar com a presença de outros membros da direcção. No entanto, nos últimos tempos, para além dos partidos políticos, muitas organizações da sociedade civil têm vindo a relatar a situação difícil que o país enfrenta, sobretudo no interior, que tem registado, inclusive, mortes de cidadãos por fome.

Recentemente, a organização não-governamental Friends of Angola (FoA) apelou ao Presidente João Lourenço para que declare o estado de emergência devido à situação de seca que se vive no Sul do país. O apelo, assinado pelo director da FoA, Rafael Morais, destaca que “Angola poderá ter uma grande catástrofe nos próximos tempos” se não forem tomadas medidas concretas para minimizar a fome no Sul, que afecta sobretudo as províncias do Cunene, Cuando Cubango e Moxico.

error: Content is protected !!