Governante defende aposta na agricultura para honrar a memória de Neto

A ministra de Estado para a Acção Social, Carolina Cerqueira, disse ontem, na vila da Chibia, a 45 quilómetros da cidade do Lubango,(Huíla), que a resolução dos problemas sociais passa pela aposta na agricultura familiar

Por:João Katombela, na Huíla

Carolina Cerqueira, que falava ontem no acto central das comemorações do Dia do Herói Nacional, afirmou que honrar os ideias de Neto é acabar com as assimetrias regionais. A governante assegurou que a redução das assimetrias regionais, ainda visíveis em todo o país, passa pela realização dos programas traçados pelo Executivo, através da implantação das eleições autárquicas em todo o território nacional. “Apesar das inúmeras dificuldades, o Executivo está a empreender uma grande aposta no desenvolvimento humano e em infra-estruturas, mais, infelizmente, o longo período de guerra civil não nos permitiu alcançar os ideias com que sonhava Neto”, deplorou.

Discursando em representação do Presidente da República, João Lourenço, a governante afirmou que lembrar Neto é reviver os momentos da luta contra a discriminação e o obscurantismo. Segundo ainda Carolina Cerqueira, recordar Neto é “recuar no tempo, é reviver a sua poesia: ‘às nossas casas havemos de voltar’”, recordou. Para que isso aconteça, sublinhou ser necessário continuarse a apostar na redução das assimetrias regionais, augurando um desenvolvimento sustentável mais harmonioso, que atinja todo o cidadão nacional, e em particular a juventude” avançou.

error: Content is protected !!