Agricultores recebem mudas para fomentar cultivo de café e cacau

Agricultores de Cacongo, Cabinda-sede, Buco Zau e Belize começam a receber no próximo mês de outubro um milhão de mudas de café, palmar e cacau, para fomentar o seu cultivo, no âmbito do projecto Cadeia de valor Agrícola, anunciou terça-feira o governador, Marcos nhunga

Marcos Nhunga, que falava acerca do sector agrícola na província de Cabinda, avançou que essa distribuição vai estender-se às famílias rurais, com vista a promover nessas circunscrições o cultivo destas plantas e de fruteiras. O projecto Cadeia de Valor Agrícola, lançado em Setembro de 2018 e cujo financiamento será feito pelo Banco Africano de Desenvolvimento, conhece atrasos de oito meses para a sua implementação na região. O projecto insere-se no Plano de Desenvolvimento Nacional 2018-2022, no qual o Executivo definiu como prioridade o aumento da produção nacional, de modo a diminuir as importações sobretudo os bens de consumo da cesta básica.

A iniciativa visa também proporcionar melhorias nas infraestruturas de produção, conservação, armazenamento, processamento e comercialização de culturas alimentares além do café, cacau, o óleo de palma, a mandioca, banana, batata-doce, amendoim, feijão, a pesca marítima e fluvial, horticulturas e a criação de pequenos ruminantes.

O projecto Cadeia de Valor Agrícola visa beneficiar 51 mil pequenos proprietários, empresários e associações empresariais. Além de Cabinda, o projecto será implementado nas províncias do Zaire, Uíge, Cuanza- Norte, Bengo, Benguela, Huambo, Bié, Moxico, as Lundas Norte e Sul, Huíla, Namibe, Cunene e Cuando Cubango. Está avaliado em 123 milhões e 150 mil dólares americanos norte- americanos.

error: Content is protected !!