Operação “17 de Setembro” com mais de mil detidos e 32 armas apreendidas

A Polícia Nacional apresentou, ontem, em Luanda, o resultado da operação “17 de Setembro”, que dá conta da detenção de um total de 1.248 cidadãos envolvidos em crimes diversos, bem como da apreensão de 32 armas de fogo em cinco províncias

A Operação “17 de Setembro”, que foi implementada em função do último feriado prolongado e visou devolver o sentimento de segurança aos cidadãos, teve a sua principal actuação cingida no combate aos crimes violentos, já que os crimes praticados com recurso a arma de fogo têm deixado cada vez mais a população insegura. Neste processo de redução dos índices de criminalidade e resgate do sentimento de segurança da população foi possível deter, segundo o comissário Orlando Bernardo,1.248 cidadãos, envolvidos em crimes como homicídio, roubo, assalto e imigração ilegal.

De acordo com Orlando Bernardo, director de comunicação institucional e imprensa da PN, que falava à imprensa, ontem, as detenções ocorreram durante a intervenção das forças da ordem nos bairros mais críticos, a partir de micro-operações, buscas dirigidas, patrulhamento ostensivo nos bairros periféricos, barreiras, interpelações e revistas, bem como nos policiamentos realizados em locais de convívio e zonas balneares.

Foram igualmente apreendidas 32 armas de fogo dos tipos AKM, Mini-Uzi, FN, Carabinas, Caçadeiras e Pistolas; 1.731 plantas de liamba; 21 gramas de libanga; 204 tábuas de madeira; 2 televisores; um amplificador de som; três cabeças de gado bovino, três computadores, três cartões multicaixa; 26 cartões de recarga e 11.135 litros de combustível. No balanço feito pelo comissário consta ainda que, na operação, que visou reduzir o índice de criminalidade e de sinistralidade rodoviária e resgatar o sentimento de segurança nas comemorações do Dia do Herói Nacional, foram desmantelados sete grupos de supostos marginais, que se dedicavam aos crimes de homicídio, roubo de viaturas, assalto a residências e tráfico de estupefacientes nas províncias de Luanda e do Huambo. Segundo o comissário, no domínio do trânsito rodoviário foram interpeladas 6.991 viaturas e 792 motociclos que resultaram na apreensão de 317 viaturas, 580 motociclos por diversas infracções ao Código de Estrada. Refira-se que, a referida operação ocorreu, essencialmente, nas províncias de Luanda, Cabinda, Benguela, Huambo e Huíla.

leave a reply