Um desafio interessante

O director do Gabinete provincial da Educação no Bié, António Manuel, apelou ontem (Sábado), no Cuito, ao Sindicato dos Trabalhadores da Educação, Cultura, Desportos e Comunicação Social (SPECDSB) para que se torne mais actuante e dinâmico, para defender os interesses da classe.

Quando li esta notícia, da Angop, pensei cá comigo que o senhor gosta de brincar com o fogo, mas situei-me de imediato, no Cuito ainda se pode brincar de “cutucar” os sindicatos, uma prova, também, de que a nossa democracia anda a duas velocidades.

Fizesse isso, ele, na Huíla ou em Benguela, por exemplo, e teria do que se arrepender para o resto da vida. Mas não deixa de ter razão, o director António Manuel, aquilo que eu já vi de condições de trabalho dos professores no Bié merece, de facto, um sindicato com mais músculo, que reivindique, que não permita “abusos”, que são muitos, fruto também da tal velocidade ainda baixa da democracia por aqueles lados.

Mas não só por isso. É bom quando o Governo sente e diz que precisa de contrapesos, de uma boa Oposição e, neste caso, de um sindicato profissional de jeito, que lute.

O Governo precisa que se lhe dê luta, para não descansar, para buscar e fazer sempre o melhor. Mas quando as coisas chegam a este ponto, de um membro do Governo pedir que um sindicato se torne mais actuante, os professores do Bié devem ver bem quem os representa. E os outros todos, da Cultura dos desportos e da Comunicação Social.

Abriram-vos uma porta, aproveitem. Um desafio interessante

E também

Dia Mundial Sem Carros – 22 de Setembro

A data foi criada com o objectivo de incentivar as pessoas a reflectirem sobre os enormes problemas que o uso excessivo de veículos, nas grandes cidades, pode causar ao meio ambiente e ao bem-estar da sociedade.

Os promotores do evento aconselham a população a deixar carros e motos em casa e experimentar utilizar, durante o dia 22, meios de transportes alternativos e que não poluam a atmosfera. As bicicletas são sempre uma das melhores opções para a maioria dos aderentes ao movimento activista.

O Car-Free Day começou oficialmente em França, em 22 de Setembro de 1997, e logo em seguida se espalhou por milhares de outras cidades europeias. Com o sucesso dos eventos, em 2002, a comissão organizadora do Dia Europeu Sem Carro, lançou a Semana Europeia da Mobilidade.

error: Content is protected !!