Executivo precisa de melhorar a posição do “doing” turismo

A ministra do Turismo, Ângela Bragança, pediu, na Sexta-feira, esforços conjuntos para que o país melhore a sua posição a nível mundial em termos de “doing” turismo

Preocupada com o último relatório do Fórum Económico Mundial que avaliou a competitividade mundial do turismo, onde Angola teve um posicionamento muito abaixo da média, reiterou o compromisso de fazer do país um destino turístico de referência. “Sejamos firmes na crítica e na correcção do que está mal, e responsáveis na avaliação do que está bem para consolidar, elevar e evoluir na direcção certa”, disse a ministra no acto oficial comemorativo do 27 de Setembro, Dia Mundial do Turismo, celebrado na tarde de Sexta-feira. O evento marcou também a abertura ofi cial da Expo Hotel, que decorre à margem do 1º Congresso Nacional de Hotelaria, e a governante defendeu que se deve ter a capacidade para atrair mais investimento privado estrangeiro e, internamente, encontrar mecanismos para o financiamento de fomento ao turismo.

O país vai beneficiar ainda este ano de um investimento na ordem de 870 milhões de euros, provenientes do Fórum Mundial do Turismo, para apoiar o sector do turismo em Angola. Desta forma, Angola poderá ainda dar continuidade na estruturação do turismo em torno dos recursos naturais, da paisagem, do património cultural, do sol e praias, aumentar o turismo de negócios e dinamizar o aviturismo. Ainda de acordo com a ministra, o Executivo compromete-se a apoiar os projectos de investimentos de iniciativa privada, que visam a recuperação e ampliação da rede hoteleira, como a construção de infra-estruturas de apoio às actividades turísticas. Sob o lema “ Turismo e Emprego: Um Futuro Melhor para Todos”, o dia 27 de Setembro foi instituído há 30 anos, pela Organização Mundial do Turismo (OMT).

error: Content is protected !!