Ministério do Turismo e MATTSS debatem sobre empregabilidade no sector do Turismo

A aposta na formação profissional, surge como uma necessidade das organizações propiciarem um meio e uma ferramenta que contribui para a mudança do perfil técnico e social dos profissionais, através do aumento das suas qualificações, facilitando a rápida inserção no mercado de trabalho, proporcionando renda familiar, sendo, por essa razão, factor de sustentabilidade do desenvolvimento sócio-económico do país.

A estratégia de longo prazo, “Angola 2025”, no seu capítulo específico “Promover o Emprego e Valorizar os Recursos Humanos”, tem como um dos seus objectivos a promoção do acesso de todos os angolanos a um emprego produtivo, qualificado, remunerador e socialmente útil, bem como assegurar a valorização sustentada dos recursos nacionais.

Neste sentido, o Plano de Desenvolvimento Nacional – PND 2018-2022, no âmbito do alinhamento da referida estratégia e especificamente da promoção da empregabilidade, destaca a importância da mão-de-obra nacional qualificada como um dos pressupostos inquestionáveis, perante a actual realidade e o futuro, sendo necessário o Estado e as empresas exercerem um papel fundamental para que os recursos humanos, em termos quantitativos e qualitativos, através dos seus talentos, criatividade e espírito empreendedor, sejam mobilizados e suficientemente motivados para a promoção e dinamização/ estimulação da economia nacional.

error: Content is protected !!