Petro de Luanda pode “colar-se” aos lugares cimeiros na tabela

Petro de Luanda recebe hoje o Santa Rita de Cássia do Uíge, no Estádio 11 de Novembro, na sequência da sexta jornada do Girabola 2019/2020, às 16:00. Na nona posição com sete pontos, os tricolores são obrigados a vencer para se “colarem” ao líder da prova, a Académica do Lobito (Benguela, 13 pontos). Os petrolíferos, pela entrada na fase de grupos da Liga dos Campeões Africanos, dezoito anos depois, estão motivados.

Por isso, entram para segurar o triunfo e se “infiltrar” já no topo da tabela classificativa da festa do desporto rei em Angola. Deste modo, o técnico Toni Cosano não fará muitas alterações na equipa que jogou em Kampala, no Uganda. Para a formação do Uíge, jogar com o Petro é sempre difícil, porque tem um plantel com atletas técnica e tacticamente competentes. Mesmo assim, estão em Luanda para se bater de igual para igual com os tricolores.

 

 

Tomás Faria sai da “toca”

Depois da entrada na fase de grupos da Liga dos Campeões Africanos, o presidente do Petro de Luanda, Tomás Faria, falou sobre os bons e os maus momentos do seu clube. Com esta qualificação, o dirigente está, temporariamente, livre da crítica dos adeptos tricolores que exigem a sua saída. Mas, é ponto assente que Tomás Faria tem pela frente outra batata quente, a conquista do Girabola 2019/2020, uma vez que vai deixar o cargo no próximo ano.

leave a reply