Carta do leitor :perigo das valas abertas

Albino Muhongo
Viana – Luanda

Está a circular por todo o lado a imagem de um carro que caiu na vala do zango. Não é a primeira vez e nem será a ultima vez, pelo menos até taparem as valas. Mas assim, quando o Governo mandou construir valas abertas, a céu aberto, tinha aonde o estrada fica toda inundada, cheia de água, não dá para ver os limites da estrada e da vala, a pessoa pode mesmo mergulhar sem querer. Se ao menos as valas e as margens fossem limpas todos os dias, ainda se poderia diminuir o perigo, mas assim não dá. Não estou a desculpar o cidadão O perigo das valas abertas juízo? No Zango, onde não há árvores e nem iluminação pública, aquelas valas têm mesmo que causar problemas ao pacato cidadão. De noite, se não vês bem, ou se alguém vem em sentido contrário com os máximos dos faróis ligados, o teu caminho é mesmo a vala. De dia, se chover, como a que meteu lá o carro, estou só a avisar que as valas assim, abertas, são mesmo um perigo que só não vê quem não quer. Acho que o Governo tem mesmo de rever os seus planos e também a forma como lida com o cidadão. Está na hora de mudar

leave a reply