FESTIJ promove exibição de performances teatrais em Luanda e Sumbe

O festival de carácter anual tem como objectivo dar a oportunidade às crianças de assistir a peças teatrais, por constatar-se carência em actividades do género

Por:Antónia Gonçalo

Prosseguem em Luanda e no Sumbe (Cuanza-Sul) exibições e performances teatrais referentes à VI edição do Festival Internacional de Teatro para a Infância e a Juventude (FESTIJ), promovido pela Globo Dikulu em parceria com a Alliance Françeise de Luanda e o Ghoethe Institut de Angola.

O festival que teve início a 20 de Setembro prossegue hoje, em Luanda, às 16 horas, no Centro de Animação Artística do Cazenga (Anim’Art) com a mostra do espectáculo de rua, da companhia ‘A Rua do Teatro’. Através de palhaços, serão apresentadas várias performances, de modo a entreter as crianças e os jovens. Já no Domingo, o grupo infantil Arcos-Íris apresenta naquele espaço, às 18 horas e 30 minutos a peça “Njinga”, que retrata a história da diplomata e chefe militar do século XVII Njinga Mbandi, que usou os seus meios para combater o poder colonial em Angola.

Sumbe

As exibições no Sumbe prosseguem de 11 a 13 do corrente mês, com as peças “Ruas dos palhaços”, “Do lixo ao luxo” e “Firmino raboteiro”, dos grupos Malabares, Inéditus e Tic Tac, respectivamente. Está ainda agendado para esta cidade uma oficina de dança orientada pelo grupo Sakidila. A série de espectáculos tem como objectivo dar oportunidade às crianças de assistirem peças teatrais, por constatar-se carência de actividades do género.

A responsável do Anim’Art, Felismina Sebastião, avançou que a adesão está a ser boa, pese embora os estarem a serem apresentadas num único espaço. “A maior parte dos festivais realizados são indicados para os adultos, deixando assim as crianças de fora. Então, o FESTIJ veio para contemplar os petizes com estas exibições. Com ele, pretendemos convidar os adultos a levarem pelo menos uma criança ao teatro”, incitou.

Outras exibições

Neste evento de carácter anual, que termina a 20 do corrente, serão exibidos 15 espectáculos. Ainda ontem foi exibida a peça teatral “Escola de bonecos”, da companhia Bonecartes. A companhia francesa Tour Cirque, exibiu-se no Anim’Art e na Comarca de Luanda, com a peça “Atrás da porta”, que teve o apoio da Alliance Françeise de Luanda. No encerramento será realizada uma cerimónia, em que será procedida a entrega de certificado de participa

leave a reply