“Zouk” reúne amantes do estilo durante mega festival em Luanda

Sob o signo “Zouk by Luandina”, os amantes do estilo poderão ver e ouvir alguns dos sucessos, das Antilhas, Cabo-Verde e Angola

Por:Jorge Fernandes

Os amantes do estilo Zouk, um dos ritmos muito consumidos no país nas décadas de 80 e 90 do século passado, poderão reviver, outra vez, momentos nostálgicos, durante a II edição do festival, que acontece no próximo dia 19 de Outubro, na Baía de Luanda. A organização prevê casa cheia, daí que o espectáculo está a ser preparado ao pormenor para o delírio dos apreciadores.

Por essa razão, está reservada uma conferência de imprensa no dia 8 de Outubro, em que serão apresentados todos os detalhes deste mega evento. Entretanto, as expectativas são altas, tendo em conta os resultados positivos que a mesma organização obteve durante a I edição, que viu desfilar em palco no mesmo local, nomes como os de Edmázia, Livity, Nsoki, Kassav, Yasmine, Yuri da Cunha, Tó Semedo e outros. Para a presente edição, o mistério ainda paira sobre os demais convidados, mas a organização já confirmou as presenças de Tânnia St Val, Jean Michel Rotin, Suzana Lubrano, Beto Dias, Paulo Flores, Landrick, Gerilson Insrael e a mais nova promessa angolana Halison Paixão.

Os protagonistas

Tânia St Val é uma das cantoras mais emblemáticas do estilo Zouk. Desde muito cedo a artista demonstrou talento para a música, por influência dos pais, também músicos. Em Angola, o nome da artista, além de ser bastante conhecido, é igualmente respeitado pelas suas performances carismáticas. Dos seus sucessos despontam temas como “Secret”, “Carole”, “Tropical”, “Calin” e ainda “Voyage”.

Jean Michel Rotin regressa uma vez mais à Angola. Com uma trajectória marcada fortemente na década de 80, o artista colecciona no seu vasto repertório hits como “Lè ou Lov”, “Ella” ou “Live ou Bataclan”, que continuam a ser bastante ouvidos em Angola e certamente, deverá integrar a sua “playlist” para o dia reservado ao show na Baía.

error: Content is protected !!