APN defende que o PR convoque eleições antecipadas na abertura do ano legislativo

Este único partido extra-parlamentar espera que o Presidente da República, João Lourenço, no seu discurso na Assembleia Nacional, no dia 15 de Outubro, convoque eleições antecipadas para se tirar o país da crise sócio-económica em que se encontra

Ireneu Mujoco

Aliança Patriótica Nacional(APN), na voz do seu presidente Quintino Moreira, defende a realização de eleições antecipadas para o próximo ano, coincidindo com as eleições autárquicas A fonte argumenta que a realização de eleições antecipadas deve- se ao agravamento da situação sócio-económica que o país está a atravessar, consubstanciada no aumento do desemprego, fome e miséria no seio da maior parte dos cidadãos. Em entrevista a OPAÍS, Quintino Moreira sustenta que, em função desta situação, muitos cidadãos com os seus parcos recursos financeiros estão a abandonar o país rumando para a Europa e América em busca de melhores oportunidades de vida.

“São cidadãos de classe média que estão a deixar o país indo para outros, porque a situação cá está péssima”, afirmou. Reforçou que a situação está insuportável e a única forma de mitigá- la é a convocação de eleições antecipadas, apontando que a mendicidade no seio das populações, sobretudo dos antigos combatentes, aumentou substancialmente.

Exemplificou que, para um antigo combatente que aufere um subsídio de 22 mil kwanzas, nesta fase, não chega para resolver as suas prementes necessidades básicas com este dinheiro. Moreira defende que se faça estudos para conter a emigração de mais angolanos, argumentando não fazer sentido que mais gente saia do país, uma vez que a guerra fratricida de 27 anos, terminou há 17 anos. Disse haver mais gente a sair do país do que na época de guerra, daí a necessidade de o Governo reverter o quadro, “para que consiga ter no país os seus melhores filhos e quadros e ajudar a transformar esta bela terra”, desabafa.

Seca no sul do país

A seca e a fome que estão a afectar o Sul do país, causando estragos nas comunidades, com realce para as das zonas rurais, e ao gado, de acordo com a fonte, são outros argumentos para convocar as eleições antecipadas. “Nós, APN, entendemos que, no dia 15 de Outubro, o Presidente da República, general João Lourenço, deve anunciar na sua mensagem aos deputados a convocação das eleições autárquicas”, justificou.

O esforço do PR contrasta com a actuação do Executivo

Apesar de reconhecer o esforço do Presidente da República para resgatar a imagem de Angola no estrangeiro, decorrente dos actos de corrupção e impunidade, Quintino Moreira referiu que o Executivo está a fazer despesas desnecessárias, “numa altura em que o país está numa crise financeira”. O político exemplificou a aprovação pelo Titular do Poder Executivo de verbas para a aquisição de novos meios para a sua segurança pessoal, bem como as suas viagens em serviço no estrangeiro.

No entendimento do líder da APN, a aprovação destas verbas é inoportuna neste momento, reforçando que o Executivo devia dar mais prioridades a outras questões que correspondam às expectativas das populações, como é o caso da falta de empregos. Reconheceu haver alguns passos neste sentido por parte do Executivo, mas defende que se deviafazer muito mais com a criação de micro-empresas para dar resposta à demanda, sobretudo à juventude, sendo a maior parte da franja de cidadãos desempregada.

error: Content is protected !!