Carta do eleitor:Soube o que aconteceu no dia 27 de Maio de 1977

Por:Mendes dos Anjos, Luanda – Cacuaco

Olá caro director. É pela décima vez que escrevo para o vosso jornal. O assunto de hoje recai para o “27 de Maio de 1977”. Sou jovem de 18 anos, mas pelo que tenho ouvido dos meus avós, sempre tive a curiosidade de entender o que se passou naquele dia. Os meus tios contaram-me que o 27 de Maio foi sagrento. Tão negro. Era para eles o fim do mundo. “Não vais entender filho. É uma história triste”. Ouvi isso do meu tio chamado Sérgio Andrade. Fiquei com medo sobre o que contou. Fiquei em silêncio por dois minutos reflectindo. O MPLA nunca fala sobre isso. Não percebo o motivo de o MPLA não dizer o que se passou nesse dia. Quem me vai explicar isso, é a questão que fazia confusão na minha cabeça. De repente, decidi perguntar ao meu avó de 69 anos. Ele viu o que aconteceu naquele dia. Perguntei para ele o que se passou na verdade. Quando começou a contar-me fiquei com medo e até triste. Ele contou-me que naquele dia muitas pessoas foram mortas e torturadas. O meu avó disseme que o Presidente Agostinho Neto ordenou alguns militares a deterem Nito Alves e os seus amigos por achar que eles tinham como plano executar um golpe de Estado. Mas os amigos de Nito não ficaram indiferentes. Fizeram uma manifestação. O meu avó revelou que ele também participou na manifestação. Por pouco podia ter sido morto, porque a Polícia reprimia com material bélico. Alguns não escaparam. Morreram. O meu avó disse também que as pessoas que mataram nunca foram condenadas. Agora acho que percebi o que se passou naquele dia, mas só o MPLA pode explicar detalhadamente o massacre do 27 de Maio. Eles sabem muitos segredos.

 

error: Content is protected !!