Encenadora do grupo Amor à Arte realiza palestra de autoajuda aos casais

A actividade realizada com base no livro “ Não só de beijos e abraços sobrevive o lar”, lançado em Julho por ela e o esposo, conta ainda com a exibição do trecho da peça teatral “A distancia não é barreira”, que consta na obra

Por:Antónia Gonçalo

A encenadora do grupo teatral Amor à Arte, Mariza Júlio, em companhia do seu esposo , realizam a 29 do corrente mês, no Camões/Centro Cultural Português (CCCP), em Luanda, uma palestra com base no livro “Não só de beijos e abraços sobrevive o lar”, lançado por eles em Julho do ano em curso. Esta palestra realizada com base na obra de auto-ajuda, que serve de ‘manual de guia’ para os casais com conflitos, conta também com a participação do humorista Costa Vilola e dos apresentadores de televisão, Stela de Carvalho e Benvindo Magalhães.

A encenadora do grupo que foi vencedor do Prémio Nacional de Cultura e Arte em 2016, na categoria de Teatro explicou a OPAÍS que o objectivo da palestra é de aconselhar os casais, de modos a terem um relacionamento mais sólido, isso por terem observado e apoiado alguns pares, com conflito nas relações amorosas. “Como tenho estado a liderar algumas actividades, decidimos então realizar esta palestra, com base na referida obra.

Como também o meu dia-a-dia tem sido aconselhar as pessoas na igreja e na família, o meu esposo também é líder na igreja, vimos a necessidade de escrever o livro que hoje serve de guia para os casais”, esclareceu. Mariza Júlio referiu que parte dos conselhos que constam do livro, “aprendemos com a nossa própria vivência, também com a de outras pessoas e notamos que, afinal de conta, viver a dois não é uma tarefa fácil. É preciso também sabedoria e persistência”. Por essa razão, a líder do grupo apelou aos casais a aderirem ao evento, que para além da palestra, vai permitir a exibição do trecho da peça teatral “A distancia não é barreira”, que consta do livro.

Venda do livro

A também actriz avançou que a obra será comercializada e autografada na Embaixada de Angola em Portugal, isso, em Dezembro. Em Luanda, o acto ocorrido em Julho, segundo ela, foi aderido em massa pelo público. Realçou que o facto serviu de incentivo para o lançamento do próximo livro, em 2020, intitulado “Juntos na mesma cama, em mundos diferentes”

Outras apresentações

Com o objectivo de comemorar os 18 anos de carreira, o grupo apresentou recentemente cinco peças teatrais, em Luanda. De modos a dar continuidade, em Benguela será exibida as peças “Distância não é barreira” e “Escrava da cama”, com a participação especial da actriz Celma Pontes. Quanto aos 12 anos de existência do grupo disse serem de muito trabalho, que teve como consequência a distinção dos actores e da encenadora em vários eventos de cariz cultural. Por isso, referiu que o objectivo do grupo no momento é o de engrenar os actores em projectos televisivos, como novelas. “Nos sentimos sim honrados, com todos os méritos que conseguimos aderir. E com a realização do Festival de Teatro das Mulheres, que tem sido todos os anos, como forma de mulheres fazedoras de teatro, que infelizmente não tem sido reconhecidas, conseguimos dar esse imput à sociedade e tem sido bom, porque muitas empresas aderem”, enfatizou.

 

error: Content is protected !!