Fundação Lwini entrega meios diversos a deficientes

A Fundação Lwini entregou, neste Sábado, na província do Huambo, meios diversos, com realce para 95 cadeiras de rodas para melhorar a locomoção de deficientes físicos, no âmbito da sua acção de solidariedade social e apoio às pessoas vulneráveis

Trata-se de 70 cadeiras de rodas para adultos e 25 para crianças, além de muletas, entregues ao Gabinete da Acção Social, Família e Igualdade do Género, ao Centro de Medicina e Reabilitação Física “Princesa Diana”, bem como à escola do Ensino Especial, que farão chegar aos necessitados. Durante a cerimónia de entrega, nesta última instituição de ensino, testemunhada pela governadora da província do Huambo, Joana Lina, e pelo director executivo da Fundação Lwini, Alfredo Pereira, foram igualmente distribuídos roupa usada, um computador com software e um sintetizador de voz, impressoras Braille, resmas de papel Braille, leitor automático, reglete e punção.

Constam ainda material de estímulo, piano, material didáctico, brinquedos adaptados e outros equipamentos para todo o tipo de deficiência. Na ocasião, o director executivo da Fundação Lwini, Alfredo Pereira, disse que a entrega dos bens se enquadra no leque de actividades programadas para o 2º semestre deste ano, no âmbito do projecto “Esperança, Mobilidade e Liberdade”, que elegeu a província do Huambo, por ser a região onde tiveram início as actividades da instituição, em 1999, com apoio às vítimas de minas terrestre. Por sua vez, o vice-governador da província do Huambo para o sector Político, Económico e Social, José Cornélio, enalteceu o gesto do Fundo Lwini, realçando que os meios distribuídos ajudarão na melhoria da qualidade das pessoas vulneráveis, por se tratar de uma acção magnânima, que deve ser seguida por outros parceiros do Governo. O evento, que emocionou os beneficiários, decorreu no pátio da escola do Ensino Especial, que alberga 554 alunos do ensino primário ao II ciclo do ensino secundário, com equivalência de magistério primário, entre portadores de deficiência visual, auditiva, física, psico-motora e múltipla. Na província do Huam

bo, com uma extensão territorial de 35.771 quilómetros quadros e uma população de 2 milhões, 389 mil e 231 habitantes, estão registados um total de 3 mil portadores de deficiência. Criada em Junho de 1998, a Fundação Lwini é uma instituição de solidariedade social que tem como objecto o angariamento de fundos e a execução de acções de apoio às vítimas civis de minas terrestres, principalmente mulheres e crianças, tendo como propósitos facilitar o acesso ao emprego, através da realização de programas de educação especial e formação profissional, além de contribuir na educação e prevenção dos perigos de minas.

error: Content is protected !!