Chuva volta ao Cunene 12 meses depois

Ondjiva – A província do Cunene registou chuva moderada na noite deste domingo, depois de 12 meses de seca extrema.

Apesar de moderada, a chuva renasce a esperança de mais de 800 mil pessoas e quase um milhão de gado bovino afectados pela estiagem.

Devido à escassez de chuva, a campanha agrícola 2018/2019 ficou comprometida, sem colheita nos 205 mil hectares dos 99 mil campos.

A província vive, desde Outubro de 2018, uma acentuada crise de água e pasto, com 857 mil e 443 pessoas, de um total de 171.488 famílias, e um milhão de cabeças de gado afectadas.

Por conta da seca, registou a morte de 30 mil animais, entre gado bovino, caprino e suíno.

As autoridades locais contam, actualmente, com 20 camiões-cisterna e 400 reservatórios espalhados pelo território da província para a distribuição de água às populações.

Está também em curso a reabilitação de 171 furos de água, uma média de 28 furos por cada município, num total de seis circunscrições.

Para o efeito, o Executivo disponibilizou 3.9 mil milhões de Kwanzas para a aquisição.

error: Content is protected !!