o editorial: Uma outra realidade

Jornal OPaís edição 1626 de 14/10/2019

A província do Cunene, que anda nas bocas do mundo por causa do sofrimento por que passa as suas gentes, tem um milhão, 157 mil e 491 habitantes. Todos uma área de 78 mil e 349 quilómetros quadrados.

A área é grande, e demasiado grande para a população que alberga. Entretanto, quando se fala de assimetrias, o Cunene pode ser um bom exemplo, não apenas por ter sido esquecida em termos de investimentos públicos em infra-estruturas, mas também no capital humano. O Cunene tem apenas quinze advogados.

Tinha onze até ontem, Domingo. O Cunene tem uma das fronteiras mais movimentadas do país, tem empresas lá estabelecidas, tem o Estado presente, naturalmente, tem mais de um milhão de pessoas, com os conflitos que podem, naturalmente, surgir, e tem apenas quinze advogados. Há mesmo realidades muito diversas em Angola.

error: Content is protected !!