Podologia Infantil.

Também conhecido como Podopediatria, a podologia infantil consiste no diagnóstico e tratamento de podopatias nos pés de crianças de zero a doze anos. Para cuidar da saúde dos pés dos pequenos, direccionamos um tratamento específico e especializado. Muitas vezes, as crianças que se mostram inquietas e incomodadas, apresentam insônia, febre e outros sintomas, e, por desconhecimento ou desatenção, não associamos este desconforto a uma doença ou incômodo causado por podopatias. Sapatos apertados, meias com costuras, macacões pressionando os pés, doenças hereditarias e até mesmo cortes de unhas feitas de forma incorrecta, são os maiores vilões e estão directamente associados a estes incomodos. Ademais, os constantes atritos que ocorrem entre os pés e equipamentos como bebe conforto, cadeirinha do carro, também podem ser causas de desconforto e feridas nos pés. A herança genética também pode ser associada ao surgimento de lesões. O cuidado com a saúde dos pés de bebês e crianças é fundamental para assegurar um crescimento correcto e prevenção de possíveis disfunções que possam surgir ao longo dos anos. Os três primeiros anos são muito importantes, pois estabelecem a forma básica dos pés, é preciso uma preocupação especial às extremidades do pé dos recém-nascidos, pois é um local onde se recebe e perde-se mais calor. Na maioria das vezes, as alterações nos pés são herdadas, mas também existem casos em que se desenvolvem devido à posição que a criança adota ao dormir. Podem também, iniciar na gestação devido à posição fetal em que se encontram as pernas. O choro frequente de um bebê pode estar relacionado com uma unha encravada que inflamou. Bebê com unha encravada? Acontece? Sim, e é uma situação relativamente comum. Seja por conta do formato da unha dos recém- nascidos e bebês, que predispõe ao problema, ou seja pelo corte inadequado feito pelos pais ou responsáveis. No momento de aparar as unhas da criança deve ser de atenção redobrada, a fim de evitar lesões importantes e até infecções. Os pés dos bebês são muito macios e flexíveis e qualquer pressão anormal causa deformidades e isso será notado apenas quando a criança começar a andar. Há quem ainda desaconselhe o uso dos macacões com pezinhos, evitar ou que seja utilizado sempre um número acima do que a criança habitualmente veste, o para não pressionar ou causar deformidades. Dicas e conselhos no cuidado com os pés dos bebês: – Ao cortar as unhas, esteja de mãos limpas, com um cortador reto e não corte as extremidades dos mesmos. Melhor hora é durante o sono, estão mais relaxados; – Segure o pezinho com firmeza e mantenha a calma; – Não “cutucar” os cantinhos dos dedos, pois isso pode trazer complicações e dores aos pequenos; – Nunca obrigar a criança a andar se ela não estiver realmente preparada. Os aparentes defeitos nos pés durante os primeiros anos são naturais e devem se normalizar, porém, se no terceiro ano a criança ainda reclamar de dores e mal-estar, é a hora de procurar um podólogo para uma análise detalhada do problema que engloba: -Avaliação dos pés quanto a anatomia, forma e tipo de pisada; – Acompanhamento, biomecânico da criança; -Patologia pele e unhas; -Orientações quanto aos cuidados com pés e sapatos; -Cuidados a serem tomados no corte das unhas das crianças. O tratamento consiste em cuidados e orientações aos pais sobre a forma correta de corte da unha. O diagnóstico e tratamento especializado do pé da criança são fundamentais para assegurar um crescimento correto e prevenir o aparecimento de alterações estruturais e funcionais. Diante disto, é um papel de todos os profissionais da podologia divulgar informações como esta e estabelecer uma melhor interação com médicos pediatras. Utilizamos técnicas diferenciadas na abordagem da podopediatria, aliando conhecimento e inovação ao tratamento dos pés dos bebês e crianças. E conte conosco para fazer a diferença.

SUELUEL Y L S Gamarano

error: Content is protected !!