ONGs lusófonas reclamam mais segurança para activistas após morte em Moçambique

A rede de organizações não governamentais lusófonas (RePLONG) apelou para um reforço da segurança dos activistas, numa tomada de posição conjunta, na qual condenam a morte do observador eleitoral moçambicano Anastácio Matavel.

error: Content is protected !!