PR considera aumento de emprego “preocupação permanente”

O Presidente da República, João Lourenço revelou esta Terça-feira em Luanda que em dois anos foram admitidos na função pública 417 mil 298 funcionário, o que representa um aumento de em cerca de 8.2 por cento em relação aos anos anteriores, da 2014 e criados 161mil 987 postos de trabalho.

Na sua mensagem sobre o estado da Nação lida diante dos deputados da Assembleia Nacional, o Chefe de Estado considerou que a aposta no aumento de emprego no país constitui uma preocupação permanente do governo. O presidente da República fez saber também que o país atingiu a auto-suficiência em matéria de abastecimento de ovos no país ao atingir 1019 milhões de ovos por ano .

“ Há ainda há muito por realizar para a realização social boa governação luta contra a corrupção diversificação da economia, a moralização da sociedade” disse João Lourenço no início do seu discurso.

Anunciou a continuação de mudança estruturais “profundas” na economia, nas finanças , no domínio cambial, na justiça, segurança e educação e lembrou outras medidas já tomadas para o combate à corrupção e reformas estruturais para “uma boa governação do país”.

Ao lembrar que “a crise não e de hoje” e sim remonta ao ano de 2014, o Chefe de Estado revelou que o actual nível de reservas internacionais liquidas permite cobrir mais de sete meses de importações.

O Presidente da República anunciou que doravante, as compras do Estado para as Forças Armadas Angolanas (FAA) e Polícia Nacional vão priorizar a produção nacional e que o peso das importações de bens de consumo corrente tem estado a reduzir, dando lugar agora à importação de bens de capital para o investimento no sector produtivo. (Em actualização)

error: Content is protected !!