Archer Mangueira quer trabalho de equipa para atingir objectivos no namibe

O novo governador da província do namibe, que substitui Carlos da Rocha Cruz no cargo, foi apresentado nesta Segunda-feira, 14, aos membros do Conselho de auscultação e Concertação Social(CaCS) e às autoridades locais para iniciar o desempenho da sua nova função

Por:João Katombela, no Namibe

Archer Mangueira, que até à data da sua nomeação desempenhava a função de ministro das Finanças, foi apresentado publicamente em cerimónia orientada pelo ministro da Administração do Território e Reforma de Estado(MAT), Adão de Almeida. Ao intervir como novo governador do Namibe, Archer Mangueira escolheu o sector social como sendo a sua principal linha de força, com vista a minimizar as dificuldades de centenas de famílias que enfrentam as consequências dos efeitos da seca que assola a região sul do país, e grande parte da província do Namibe, em particular.

Para melhor governação, Archer Mangueira disse ser necessário a conjugação de esforços entre os membros do governo local e a sociedade em geral para se encontrarem possíveis soluções eficazes para os diversos problemas da província. Apesar da actual situação sócioeconómica que o país atravessa, o novo governador afirmou que terá poucas dificuldades em gerir os destinos da província, tendo em conta a sua vasta participação na vida política do país, com o desempenho de várias funções. “ Se juntarmos a experiência do exercício ao nível central com a experiência de algumas pessoas com as quais vou trabalhar ao nível local, cada um exercendo bem a sua missão e trabalhando em equipa, vamos, de facto, cumprir os desafios que se nos colocam, fazer boas coisas e atingir bons resultados, é para isso que cá viemos”, admite.

Archer Mangueira disse esperar contar com o apoio de todos. “ Não sei trabalhar de outra forma que não seja em equipa”, declarou. O novo governador disse ter noção dos desafios da província, pelo que vai dedicar uma especial atenção aos cinco municípios que compõem o território do Namibe.

Apoiar o novo governador

Por sua vez, o ministro da Administração do Território e Reforma de Estado, Adão de Almeida, reconheceu o trabalho do ex-governador Carlos da Rocha Cruz e pediu a este para prestar os devidos apoios a Archer Mangueira.

O governador cessante agradeceu o apoio que lhe foi prestado pelo governo local e central, realçando que parte com o sentimento de dever cumprido.

Expectativas dos munícipes

O jurista José Cavela Cativa diz esperar do actual governador uma maior aproximação com todos os quadros da província, com vista a envolver todos no desenvolvimento daquela parcela do país. “Esperamos que o novo governador traga boas acções que visem o desenvolvimento do província, e que saiba olhar para todos os quadros que aqui estão, sem discriminação da filiação partidária”, afirmou.

O empresário Fernando Solinho disse acreditar que Archer Mangueira poderá trazer um bom ambiente de negócios, tendo em conta os vários projectos de que a província vai beneficiar num futuro próximo. “É um homem que percebe a linguagem económica e finanças, acreditamos que foi uma boa escolha do Presidente João Lourenço, pois, com Archer Mangueira, o ambiente de negócios poderá conhecer uma outra dinâmica”, assegurou

error: Content is protected !!