Morreu o futebolista Rui Jordão

Jogo entre o Estoril e o Sporting, da vigésima sétima jornada do campeonato nacional de futebol, da época 81-82, disputado no campo das Amoreiras. Terminou com a vitória do Sporting por 0-3. A vitória neste jogo permitiu ao Sporting sagrar-se campeão nacional. Jordão festeja o segundo golo do Sporting. Arquivo DN © Proibido o uso editorial sem autorização da Global Notícias.Esta fotografia não pode ser reproduzida por qualquer forma ou quaisquer meios electrónicos, mecânicos ou outros, incluindo fotocópia, gravação magnética ou qualquer processo de armazenamento ou sistema de recuperação de informação, sem prévia autorização escrita da Global Notícias.

“A Gazela de Benguela.” Rui Jordão, um dos maiores goleadores do futebol português Rui Jordão morreu esta Sexta-feira, aos 67 anos

O internacional português Rui Jordão, apelidado de ‘Gazela de Benguela’, partiu de Angola como ‘novo Eusébio’ para jogar no Benfica, mas foi no Sporting que se tornou uma lenda, além de também ter ‘brilhado’ pela selecção lusa.

O homem que se tornou, depois de deixar o futebol em 1989, um pintor formado na Sociedade de Belas Artes de Lisboa morreu esta Sexta-feira, aos 67 anos, deixando um legado com 43 jogos pela selecção principal de Portugal e 15 golos, dois deles na meia-final do Euro1984, em que Platini ‘roubou’ uma primeira final sénior a Portugal.

Homenageado pelo Sporting numa fase em que já estava hospitalizado, na vitória de Quinta-feira frente ao LASK Linz (2-1), com um aplauso ao minuto 11, número da ‘sua’ camisola, Jordão cedo mostrou dotes de goleador.

 

TSF

error: Content is protected !!