Eu não leio, tu não lês

Eu não leio, tu não lês

Venham o Banco Mundial, o FMI, os discursos presidenciais, as boas intenções dos governadores, dos ministros, o investimento estrangeiro. Venha o que quiser e como quiser, o país não evoluirá se não aprender a ler, se não aprender a interpretar . . .


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta