Abertas inscrições para a conferência sobre ciência e tecnologia

Os interessados podem inscrever-se até ao próximo dia 25, via site do evento, que vai retomar uma tradição que vem sendo seguida por aquele departamento ministerial

Por:André Mussamo

Estão abertas até ao próximo dia 25 de Outubro, as inscrições para a participação na 6ª Conferência Nacional sobre Ciência e Tecnologia, a decorrer de 12 a 14 de Novembro do corrente no Centro de Convenções do Talatona, uma promoção do Ministério do Ensino Superior, Ciências, Tecnologias e Inovação. A Conferencia sobre Ciência e Tecnologia é um evento científico bienal que tem por objectivo apresentar e discutir resultados de investigação científica e trocar experiências e contribuições da ciência na melhoria da qualidade do ensino, no apoio à economia e na resolução dos problemas sociais.

A edição deste ano inscreve vários temas dentre eles “ Politicas e Instrumentos de Inovação e Empreendedorismo de Base Tecnológica; medidas de políticas e financiamento e a implementação da inovação e do empreendedorismo de base tecnológica, A Inovação Tecnológica, a Produção de Alimentos e a Substituição de Importações, a produção de alimentos, a oferta de novos produtos, a segurança alimentar e nutricional, dentre outros.

Ainda no âmbito da 6ª Conferência Nacional sobre Ciência e Tecnologia, decorre em paralelo no mesmo local, a primeira edição da Feira de Ideias, Invenções, Inovação e Empreendedorismo de Base Tecnológica (FIEBAT) A FIEBAT é um evento que tem como objectivo divulgar e premiar os produtos, serviços e processos inovadores, com potencial económico e social para o desenvolvimento sustentável, que tenham sido produzidos em Angola nas Instituições de Ensino Superior e nas Instituições de Investigação Cientifica e desenvolvimento.

Com a feira, espera-se o reforço, a aproximação e a colaboração estreita entre os investigadores científicos, as Instituições de Ensino Superior e de Investigação e o meio empresarial, no sentido de promover a transferência de tecnologia, de conhecimento e inovação para empresas e para a sociedade, bem como a promoção das bases para actividade de inovação e empreendedorismo de base tecnológica em Angola. Numa recente entrevista exclusiva a OPAÍS o secretário de Estado para Ciência, Tecnologia e Inovação, Domingos Neto, recomendou a inclusão de estudantes em projectos de investigação científica para desenvolverem os seus trabalhos de fim de curso, uma metodologia seguida pelos países com maior tradição em matéria de investigação científica.

A inclusão dos estudantes neste tipo de tarefas para trabalharem em projectos em busca de habilidades mais profissionalizantes, através de projectos desenvolvidos em ambiente empresarial ou em colaboração com o empresariado deve ser um caminho a seguir por Angola, recomendava. “A investigação científica que tem em conta a agenda empresarial está claramente virada para a inovação. Por definição, inovação é quando há a criação de algo de novo, ou melhoria significativa de algo existente, cujo passo seguinte é a sua implementação numa empresa ou no mercado”, enfatizou aquele responsável.

error: Content is protected !!