Companhia Edeme quer investir 1 milhão de dólares em fornos pasteleiros

O projecto tem por objectivo suprir o défice que se regista no mercado a nível nacional dos empreendedores do sector

O grupo “Edeme” acaba de investir cerca de 200 mil dólares americanos para apoiar novos empreendedores com equipamento do sector pasteleiro no país. O projecto conta com a parceria da conceituada marca de equipamento do mercado sul-africano “MACADAMS”, e está projectado para abranger todo o país, embora nesta primeira fase a prioridade recaia para a província de Luanda. De acordo com a sua gestora, Evanilde Ferreira, a iniciativa surge no sentido de poder colmatar o déficit que se verifica no mercado nacional neste domínio. Para o êxito do projecto, aquela organização comercial, firmou parceria neste domínio com o detentor da marca sul-africana “MACADAMS”, uma das grandes fornecedoras de equipamento na África do Sul. A responsável, apesar de reconhecer a fase que a economia angolana vive não ser das melhores, acredita ser também uma fase de oportunidade de negócio.

“Comecei a juntar a ideia de prestar serviços no domínio do fornecimento de equipamento de padaria, peixaria, talho e de pastelaria, resultante do défice que se regista no mercado para aqueles empreendedores que precisam investir nesta área”, explicou a gestara Evanilde Ferreira. Entretanto, a primeira loja de equipamento foi inaugurada neste Sábado, 26, em Luanda, e está a ser vista como uma forma de oportunidade de negócios e a criação de cerca de duas dezenas de postos de trabalho.

“Acreditamos no mercado angolano, na qualidade dos nossos produtos e estamos preparados para atender ao mercado respondendo à grande procura de materiais neste segmento” disse a gestora Evanilde Ferreira. Um dos grandes constrangimentos apontados pela gestora prende-se com as dificuldades que são impostas para o acesso ao crédito bancário por parte dos bancos comerciais. A companhia comercial dedica- se na aposta em equipamentos de produção no segmento pasteleiro com vista a fortalecer o mercado do empreendedorismo no país e opera no mercado angolano desde 2015.

error: Content is protected !!