O editorial: Águia não se negava…

Jornal OPaís edição 1640 de 28/10/2019

Água é coisa que não se nega a ninguém, é pecado, aprende-se em criança. Melhor, aprendiase, porque agora água é negócio milionário. E as oportunidades surgem em todos os lados, porque o Estado é incapaz de fornecer água potável à população, porque agentes públicos enriquecem com o negócio da água, submetendo os cidadãos à condição sub-humana. E, porque com este caldo, empreendedores têm aqui um negócio de vendas de um dos recursos mais abundantes em Angola, já que quando a mandam para os cidadãos, a água do Estado não tem qualidade quanto baste para que se possa confi ar. E agora nasceu mais uma empresa de água engarrafada em Viana (Luanda). Alguém já parou para contar quantas marcas de água engarrafada existem em Angola? É normal o seu número? Quanto vale o negócio da água? E, por fi m, quantas pessoas morrem em consequência destes negócios e da imprestabilidade do Estado num serviço absolutamente básico? E ainda vão surgir mais engarrafadoras.

error: Content is protected !!