Alcides Sakala leva as suas linhas de força ao interior do país

“Unidade e integridade, acção para a vitória” , é o lema da campanha eleitoral de Alcides Sakala Simões, um dos cinco candidatos à liderança da UN ITA, que se encontra desde o último fim-desemana a palmilhar o interior do país

O candidato Alcides Sakala encontrase desde ontem, na província do Cuando Cubango, depois de ter trabalhado no último fim-de-semana nas províncias do Huambo e Bié no âmbito da sua campanha eleitoral para o cargo de presidente do partido.

Segundo informações avançadas a OPAÍS pelo secretário para a comunicação e marketing, Victor Plínio, o candidato Alcides Sakala Simões, que ocupa a quinta posição no boletim de voto, já trabalhou nas províncias do Norte do país, com excepção de Cabinda, onde pretende seguir depois de terminar a sua campanha no Sul.

A fonte salientou que as linhas de força do candito foram traçadas com base no seu lema “Unidade e integridade, acção para a vitória” que está a registar uma recepção positiva por parte do eleitorado e dos seus apoiantes. “Os apoiantes do candidato Alcides Sakala são os militantes do partido, é a esses que ele deve passar a mensagem e fazer o trabalho de mobilização a fim de entenderem por que é que devem elegê-lo”, disse Victor Plínio, avançando que a campanha eleitoral dos cinco candidatos que vão disputar o cadeirão máximo do partido termina no dia 11 de Novembro. O XIII Congresso Ordinário da UNITA foi convocado no dia 25 de Junho de 2019 pelo presidente do partido, Isaías Samakuva, e vai decorrer em Luanda nos dias 13, 14 e 15 de Novembro do ano em curso.

O Congresso é o órgão supremo do partido ao qual compete estabelecer a linha político-ideológica da UNITA, aprovar e adoptar a estratégia, o programa do partido e seus objectivos, rever os estatutos e o programa maior, e reúne ordinariamente de quatro em quatro anos por convocação do presidente do partido, ouvida a Comissão Política.

Ao Congresso compete ainda rever os símbolos do partido, aprovar os relatórios que lhe sejam apresentados pelos órgãos do partido, eleger o presidente do partido e a Comissão Política, decidir sobre a extinção, fusão, cisão ou a incorporação do partido, nos termos dos estatutos.

error: Content is protected !!