Acordo comercial EUA-China pode não estar pronto para ser assinado no Chile, diz autoridade

Um acordo comercial provisório entre os Estados Unidos e a China pode não ser concluído a tempo para assinatura no Chile no próximo mês, como esperado, mas isso não significa que o acordo esteja a cair aos pedaços, disse uma autoridade do governo norte-americano nesta Terça- feira.

O presidente norte-americano, Donald Trump, e o presidente chinês, Xi Jinping, devem assinar a “fase um” do acordo comercial na cimeira da Cooperação Económica Ásia-Pacífico (Apec) no próximo mês, no Chile, mas a data ainda é flexível, informou o funcionário.

“Se não for assinado no Chile, isso não significa que desmoronará. Significa apenas que não está pronto”, disse o funcionário do governo. “Nosso objectivo é assiná-lo no Chile. Mas às vezes os textos não ficam prontos. Mas está sendo feito um bom progresso e esperamos assinar o acordo no Chile.”

Trump, o secretário do Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin, e o assessor económico da Casa Branca, Larry Kudlow, disseram que está sendo feito um bom progresso no acordo após uma guerra comercial de quase 16 meses, além de observarem que não haverá problema caso o acordo não seja finalizado até à cúpula da Apec.

Na Segunda-feira, Trump disse que esperava assinar uma parte significativa do acordo comercial com a China na cúpula no Chile, mas não deu detalhes sobre um cronograma.

error: Content is protected !!