CCBA acolhe exposição “Turma da Mônica – Viagem aos Países de Língua Portuguesa”

A colecção, trazida a Luanda pela Embaixada do Brasil e pelo Centro Cultural do Brasil (CCBA) em Angola, reúne um conjunto de painéis representativos dos países da CPLP, mostrando que a língua portuguesa é uma só, mesmo que seja falada com diferentes sotaques, em cenários diversos e pelas mais variadas pessoas

Por:Augusto Nunes

Painéis, livros, jogos e outras actracções compõem a exposição “Turma da Mônica–Viagem aos países de Língua Portuguesa” do artista e ilustrador brasileiro Maurício de Sousa aberta, esta Quarta-feira, na Galeria do Centro Cultural Brasil–Angola, em Luanda. A mostra, trazida a Luanda pela Embaixada do Brasil e pelo Centro Cultural do Brasil (CCBA), em Angola, estará ao dispor do público até 20 de Dezembro, podendo ser visitada de Terça a Sábado,das 10 às 20 horas e aos Domingos, das 11 às 18 horas. A colecção foi inspirada na conhecida personagem de história em quadrinhos (banda desenhada) de Maurício de Sousa e nela o visitante descobre e encanta-se com os diferentes falares do idioma que nos une na Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). A iniciativa insere-se no projecto “Brasil em Quadrinhos”, idealizado pelo Ministério das Relações Exteriores, em parceria com a Bienal de Quadrinhos de Curitiba.

Ao retratar este seu “jeito brasileiro de ser criança”, a Turma da Mônica veio a ser universalmente compreendida e admirada, contando histórias que se relacionam com os pequenos e os mais crescidos, nos mais diversos cantos do globo. Nesta jornada, celebram-se também os nossos vocabulários ortográficos comuns (VOC), os falares regionais e os termos derivados das línguas originárias dos territórios por onde o idioma luso se espalhou, sendo todas variantes respeitadas e legítimas. Publicadas desde 1959, as histórias de Maurício de Sousa conquistaram corações de geração após geração, consolidando o gosto de crianças e adultos pelas histórias em quadrinhos (bandas desenhadas), tendo contribuído para a indústria criativa. Outros exemplos recentes incluem a exposição “Angola Janga” de Marcelo D´Salete, recebida pelo CCBA entre os meses de Junho e Agosto do corrente ano, e a participação brasileira na mais recente edição do Festival Luanda Cartoon, com uma “Gibiteca” representativa da produção actual do Brasil.

error: Content is protected !!