TV Zimbo aposta no entretenimento desta vez com três novos programas

“Manos da Mixa”, “O Jogo” e “Cine Nosso”, são os novos” programas que vão integrar, a partir de amanhã, a grelha de programação da TV Zimbo

Por:Adjelson Coimbra

A primeira exibição prevista é a do programa “Manos da Mixa”, uma réplica de “Papá Ngulo” e “Chico Cachico”, já exibidos numa outra estação televisiva. Depois de 9 anos, Nelo Jazz e Quim Fasano aparecem em tela juntos para transmitir, conforme prometem, o melhor do entretenimento nacional.

O programa, com duração de 15 minutos e que vai ser veiculado todas as Segundas, a partir das 21 horas, de acordo com Quim Fasano, é uma série cómica em que cada episódio poderá trazer no máximo quatro ce- TV Zimbo aposta no entretenimento desta vez com três novos programas Man Renas vence prémio de “Melhor DJ “Manos da Mixa”, “O Jogo” e “Cine Nosso”, são os novos de África” programas que vão integrar, a partir de amanhã, a grelha de programação da TV Zimbo nas diferentes.

Conta que no referido programa trazem a mesma dinâmica e actores”.A ideia é trazermos alegria à televisão angolana e, felizmente, a TV Zimbo, na sua visão estratégica, percebeu que era preciso trazer um produto assim para o povo angolano”, apontou. “Há muito que se pedia que pelo menos nos nossos canais de televisão se incluísse um programa com esse perfil e a TV Zimbo abraçou o nosso projecto, estando assim a trazer uma nova imagem, com um novo conteúdo, que poderá diferenciar- se dos restantes canais televisivos que existem”, reforçou o actor.

O Jogo

É uma mini-série com 13 episódios, produzida e idealizada exclusivamente por angolanos, que será exibida aos Sábados, durante quatro meses. Guionista e actor, Marcos Laurindo revela que ‘O Jogo’ retrata a história de oito jovens que são seleccionados para passar férias num complexo residencial e competir entre si, a fim de obterem um prémio. A convivência entre os jovens vai gerar desafios, intrigas, diversão e muita paixão. “Nós prometemos trazer mais entretenimento. Não é que os nossos programas não tenham tais entretenimentos, é que têm, mas fora do contexto nacional.

Nós precisamos de algo nosso. Precisamos de uma série nossa. Uma novela nossa e as nossas cadeias televisivas não têm isso. Houve necessidade de fazermos um trabalho como este para suprir tal necessidade”, frisou. O PCA da Zimbo, Guilherme Galiano, considera “O Jogo” uma série jovem dinâmica, “fresca” e bastante “arejada”. “Percebemos que é necessário comunicarmos de nós para nós e às vezes fica aquela ideia de que precisamos de educar os mais jovens, mas temos muito pouca disponibilidade para ouvi-los. Então, o programa ajuda os mais velhos a perceberem o que se passa com os mais jovens”, assegurou.

Cine Nosso

Por outro lado, chega o Cine Nosso, um programa voltado para a cinematografia lusófona, que, de acordo com Esmeraldo Baptista, vai trazer mais assuntos sobre os bastidores de cada filme e o parecer dos actores e da produção, antes ou depois da exibição do mesmo. Para Guilherme Galiano, a abrangência do Cine Nosso vai permitir que a estação televisiva que dirige venha a conquistar mais audiência. Isto, até certo ponto, vai permitir que o produto cinematográfico nacional se espalhe por toda a lusofonia, de maneira a que o crescimento do cinema em Angola seja notório, apesar das dificuldades. A TV Zimbo é afecta à Media Nova, grupo que OPAÍS também se integra, tal como a Rádio Mais e a Revista Exame.

error: Content is protected !!