Mais vale perder um minuto pela vida, do que a vida num minuto

Prezado director, Agradeço pela oportunidade que me é concedida. Luanda de todos nós, com muita coisa ainda por se fazer mas, que também já muito se fez. Aproveito esta oportunidade para apresentar uma preocupação. Infelizmente nem todos fazem ideia dos ganhos de se fazer uma travessia na pedonal e o grande perigo de arriscar a vida fazendo travessia ignorando a pedonal que muitas vezes fica a escassos metros. Muitos compatriotas desde os jovens até mesmo mais velhos perdem a vida nas estradas do país. O Governo faz a sua parte colocando as pedonais nas principais zonas de fluxo populacional para a travessia de peões ou próximo a algumas paragens de táxis.

Embora outras pedonais clamem por manutenção, mas lá estão. Falo dos casos das duas amarelas na Av. Ho Chi Minh, frente à Faculdade de Ciências Sociais da UAN, RNA e TPA, Av. Deolinda Rodrigues, FERMAT só para citar algumas. Muitas vezes me pergunto se é possível alguém no seu perfeito juízo e a gozar das suas faculdades mentais ser capaz de vandalizar, mesmo destruir as redes colocadas nos separadores das vias que impedem a travessia de peões nestes locais que representam grande perigo. Muitos nem sequer se dão conta de que as pedonais fazem parte da luta pela segurança nas estradas, evitando assim a perda de muitas vidas de pessoas que atravessam as estrada à-toa. É urgente a sensibilização e chamada de atenção de toda a sociedade sobre este perigo, que não só traz prejuízos e danos materiais, mas também luto e dor às nossas famílias (automobilistas e peões). Mário Carlos

error: Content is protected !!