Trabalho e salários iguais

Na Europa, a comissão da união instituiu um dia contra a desigualdade salarial. Um avanço. Importante. É que o mundo continua a ser injusto neste aspecto do salário pago às mulheres. Há mulheres que têm desempenhos extraordinários naquilo que fazem, mas o seus companheiros continuam a ser melhor pagos, mesmo quando menos competentes, menos empenhados. Não se julgue que o problema se fica pelas paredes dos escritórios, até no desporto e nas artes a situação se repete e, talvez até, de forma mais escandalosa. As raízes do problema são culturais, antigas, mas inexplicáveis nos dias de hoje. Se os europeus já legislam, em Angola a situação quase que nem sequer é “assunto”, infelizmente. Mas nunca é tarde para se falar sobre o tema, os bons exemplos não há mal algum em segui-los.

error: Content is protected !!