Habitação vai rever preços de casas sociais

A ministra da Habitação, Paula de Carvalho, revelou ainda que, no segmento da habitação, o Governo pretende estipular um tecto máximo equivalente em kwanzas a 40 mil dólares para as casas sociais, no âmbito da Política Nacional da Habitação (PHN) em revisão

Paula de Carvalho referiu que a PNH vai privilegiar a habitação social, definindo a área para execução das obras, tipo de material e uma meta de valores que devem custar aos cofres do Estado angolano.

Com 11 meses de duração, o processo de elaboração da referida politica será desenvolvida em duas etapas entre Novembro 2019 a Outubro 2020. Venda de novas habitações é um falso alarme Já António Teixeira, director-adjunto do Instituto Nacional da Habitação, desmentiu as informações postas a circular segundo as quais o Executivo procedeu a abertura de candidaturas para cidadãos que queiram concorrer para uma habitação em diversos projectos imobiliários.

Segundo o responsável, até ao momento ainda não se deu à abertura de qualquer procedimento neste sentido, tendo solicitado a máxima atenção dos cidadãos em não se deixarem enganar por tais informações.

Porém, face a preocupação que este falso anúncio está a criar no seio das populações, António Teixeira deu a conhecer que o órgão que dirige já está a trabalhar com as forças de ordem no sentido de responsabilizar os criadores deste falso alarme.

“Não estamos a fazer nenhum cadastramento. Tudo sobre preços, moradias a abertura de novos processos vamos comunicar na devida altura”, frisou.-

error: Content is protected !!