Isabel dos Santos sensibiliza governo chinês para apoiar comércio de produtos africanos

Isabel dos Santos sensibiliza governo chinês para apoiar comércio de produtos africanos

Isabel dos Santos disse ontem em Xangai que é bem-vindo o apoio e a boa vontade por parte da China para ajudar a promover e dar acesso aos produtos Made in Africa no mercado chinês. A empresária participou como oradora na Feira Internacional de Importação da China. “Precisamos do apoio das autoridades chinesas para convencer as grandes plataformas de comércio online da China, como Alibaba, Jindong e Tabao, a dar maior visibilidade aos produtos africanos”, disse a empresária. Isabel dos Santos prosseguiu afirmando, “podemos trabalhar em conjunto e, assim, criar um exemplo concreto da visão que a China tem de estabelecer um comércio mundial mais inclusivo, diversificado e equitativo”.

A empresária, na qualidade de Chairwoman da Sodiba, que apresentou nesta feira a primeira cerveja angolana a entrar no mercado chinês, acrescentou ser “necessário que os produtos africanos sejam tratados de forma justa e equitativa, como qualquer produto do mundo”. Isabel dos Santos deixou também alguns conselhos aos governos africanos: “Temos de melhorar o nosso desempenho e eficácia como plataforma de exportação para a China, e para isso precisamos de melhorar a proximidade e a qualidade do diálogo entre as empresas do sector privado e as autoridades governamentais locais.

É imperativo reduzir burocracias longas e atrasos nos processos de exportação nos portos de partida”. A concluir, acrescentou ser imperioso “o diálogo e a proximidade entre entidades públicas e privadas”. A Feira Internacional de Importação da China 2019 (China International Import Expo) foi aberta pelo Presidente Xi Jinping, tendo como convidados o presidente francês Emmanuel Macron e os Primeiros- Ministros da Grécia, Sérvia e Jamaica.

A Feira decorre de 5 a 10 de Novembro, em Xangai, e tem por objectivo a abertura do mercado chinês ao mundo, a promoção do comércio internacional e a cooperação entre os países participantes.