Mediateca “Abel Abrão” já funciona na cidade do Cuito

A Mediateca “Abel Abrão” do Bié, localizada na cidade do Cuito, entrou hoje Sábado em funcionamento, pouco depois da sua inauguração em acto presidido pelo ministro das Telecomunicações e Tecnologias de Informação, José Carvalho da Rocha

A instituição, com capacidade para 180 pessoas, tem um auditório com 122 lugares, sistema WiFi gratuito, 14 TVs corporativas, cafetaria com 24 lugares, espaço de leitura com 164 lugares, 86 computadores do tipo Desktop, 25 dispositivos para eBook (iPads) quatro dispositivos de Video-jogos. Tem uma área de cultura para 300 pessoas. O ministro das Telecomunicações e Tecnologias de Informação, José Carvalho da Rocha, falando aos presentes, disse que com a inauguração da mediateca “Abel Abrão” cumpre-se com uma orientação do Titular do Poder Executivo, João Lourenço, que visa melhorar cada vez mais a vida das populações.

Apelou aos utentes para o uso responsável da infra-estrutura, tendo assumido o compromisso de continuar a promover e implementar soluções tecnológicas que aproximem cada vez mais a população dos serviços e também continuarem a promover a massificação das tecnologias de informação e comunicação e diminuir o fosso digital. O governador do Bié, Pereira Alfredo, considerou a infra-estrutura imponente, salientando que a mesma vai oferecer uma nova panorâmica arquitectónica, bem como preencher um vazio à cidade, assim como proporcionar momentos de lazer para a juventude e adolescentes. Para o governante, a mediateca coloca ao Governo da Província desafios iminentes, nomeadamente gestão, manutenção, atendimento humanizado dos utilizadores, capacitação dos recursos humanos, criatividade, aproveitamento racional da infra-estrutura, entre outros.

Apelou à juventude no sentido de ter uma utilização responsável das ferramentas tecnológicas de informação e comunicação, aproveitando-se dela para gerar coisas úteis para a sociedade, em contrapartida de praticas que beliscam a convivência social. A rede de mediatecas de Angola tem como objectivo conseguir o acesso e a participação total da sociedade angolana na Sociedade da Informação e do Conhecimento, fortalecer os sistemas educacionais de Angola, contribuir para o desenvolvimento económico e social de Angola. À Mediateca , inaugurada no âmbito das festividades do 44º aniversário da independência nacional, que se assinala a 11 de Novembro, foi atribuído o nome de ”Abel Abrão” em homenagem ao jornalista aposentado da Rádio Nacional de Angola (RNA), pelo empenho notável na cobertura da guerra pós-eleitoral de 1992.

error: Content is protected !!