Mediateca “reaberta”

A mediateca do Cuito foi agora “reaberta”, como quem diz… mas é verdade, foi finalmente aberta, excepto para a pessoa que enviou um relatório ao Presidente João Lourenço dizendo que ela já funcionava, o que levou o Chefe de Estado a fazer “aquele papel” no seu discurso sobre o estado da Nação. Por esta razão, por o Presidente ter prometido, no Cuito, dias depois, que a mediateca seria inaugurada por ocasião das comemorações da Independência Nacional, por a mediateca ter sido baptizada com o nome de Abel Abrão, um jornalista felizmente vivo e que teve um papel importantíssimo na informação sobre a batalha do Cuito, que pendeu a favor do Governo do MPLA que é o partido que elegeu João Lourenço, eu acho que o Presidente fez mal em não ter ido pessoalmente inaugurar a mediateca do Cuito, sobretudo dois dias depois de ter condecorado um outro jornalista, activista político e denunciador da corrupção que por décadas andou às avessas com o MPLA, Rafael Marques. No dia em que o Presidente, no Cuito, anunciou a inauguração da mediateca em Novembro, fiquei quase sem dúvidas de que o Presidente não deixaria de marcar este golo de voltar à cidade e cortar a fita. Teria passado um grande apagador sobre todos os “incidentais dados” passados no seu discurso de quase duas horas, mas isto é só o que eu penso…

error: Content is protected !!