pesadelo no estádio 11 de novembro

depois da humilhação, ou seja, da derrota (3-1), ontem, frente à Gâmbia em pleno Estádio 11 de Novembro, a Selecção Nacional começa hoje a preparar o jogo da próxima Terça-feira diante do Gabão, para a segunda jornada do grupo D de acesso ao CAN 2021, nos Camarões

A Selecção Nacional de futebol perdeu, por 3-1, ontem frente à Gâmbia no Estádio 11 de Novembro, em Luanda, para o jogo inaugural do grupo D de apuramento ao Campeonato Africano das Nações (CAN2021), nos Camarões. Com esta humilhação em casa, os Palancas Negras, às ordens de Pedro Gonçalves, começam com o pé esquerdo o acesso ao Africano, ao passo que os gambianos somam três pontos na liderança da série. Ainda assim, a equipa técnica terá de começar hoje a preparar o jogo da próxima Terça-feira no reduto do Gabão.

Na cidade de Libreville, o combinado é obrigado a redobrar os esforços nos trabalhos de preparação, porque se repetir a exibição paupérrima estará anunciado mais um desaire. Voltando a abordar a partida de ontem, a Selecção Nacional entrou bem melhor, pois ao primeiro minuto inaugurou o marcador por intermédio de Wilson Eduardo. Seguiu-se uma passagem de modelo, ou seja, os jogadores angolanos estavam vaidosos e começaram a desprezar os Escorpiões da Gâmbia.

Com espírito operário, os gambianos subiram as linhas e marcaram por intermédio de Ceesay, aos 17 minutos, tendo aproveitado o cruzamento do seu colega. Passados três minutos, o mesmo jogador colocou a Gâmbia em vantagem (2-1), numa jogada em que o guarda-redes angolano Tony Cabaça teve culpas, porque não conseguiu controlar o atraso de Freddy.

Na segunda parte, a Selecção Nacional tentou “remar contra a maré”, mas os Escorpiões estavam atentos e com uma ‘picada’ de Marreh aos 89’ , os gambianos fecharam o score em 3-1. Reagindo à derrota, o treinador Pedro Gonçalves, felicitou o adversário pela vitória. O técnico disse que há vários factores que explicam esta derrota.

error: Content is protected !!