Carta do leitor: Mais patrulhamento em Viana

Director do OPAÍS, saudações… Vivo na Mamã Gorda, município de Viana, em Luanda. Confesso que não temos tido paz. Os bandidos fazem das suas na nossa zona. Quando cai a noite, a preocupação dos pais é maior. Temos filhos a estudar à noite. Uns até preferiram desistir, pois o regresso a casa fica nas mãos de Deus. O patrulhamento da Polícia Nacional, que muito respeito, tem sido reduzido.

Quando os donos do alheio chegam, não respeitam. Recebem os pertences, violam e quem oferecer resistência perde mesmo a vida. A situação na Mamã Gorda e arredores está a meter medo, muito medo mesmo! Tenho dois filhos. Um estuda à tarde e o outro à noite. No meio do ano lectivo, pedi transferência. Por terem uma conduta regular, eram constantemente ameaçados pelos jovens de grupos da zona.

Fiz várias queixas à esquadra mais próxima, mas não era competentemente atendido pelos agentes da Polícia Nacional. Não tive outra alternativca, mandei os meus filhos para casa do meu irmão na Maianga, lá, creio que os perigos são menores.

Felizmente têm bom desempenho na escola e só vêm aos finais de semana visitar-me, mas, antes de escurecer fazem as pastas para bater asas, aliás, qualquer pai quer sempre o bem para os seus filhos. Portanto, peço mais segurança pública na Mamã Gorda e arredores. Respeito muito o trabalho dos agentes da Polícia Nacional. Buta A. dos Santos

error: Content is protected !!