EUA tem o maior número de crianças detidas no mundo, mostra estudo da ONU

Os Estados Unidos têm o maior número de crianças em detenção, incluindo mais de 100 mil casos de menores sob custódia, relacionados com a imigração e que violam convenções internacionais, afirmou o autor de um estudo da Organização das Nações Unidas nesta Segunda-feira

No mundo, mais de 7 milhões de pessoas menores de 18 anos estão aprisionadas e sob custódia policial, incluindo 330 mil em centros de detenção para imigrantes, afirmou o especialista independente Manfred Nowak. Crianças deveriam ser detidas apenas como uma medida de último recurso e pelo tempo mais curto possível, de acordo com o Estudo Global sobre Crianças Privadas de Liberdade.

“Os Estados Unidos é um dos países com os maiores números, ainda temos mais de 100 mil crianças em detenções relacionadas com imigração nos Estados Unidos”, disse Nowak num pronunciamento à imprensa. “É claro que separar filhos dos seus pais, inclusive crianças pequenas, como foi feito pelo governo Trump na fronteira do México com os Estados Unidos, é absolutamente proibido pela Convenção sobre os Direitos da Criança.

Eu classificaria como um tratamento desumano tanto para os pais como para as crianças.” Não houve reacção imediata das autoridades norte-americanas. Novak disse que autoridades dos Estados Unidos não responderam ao seu questionário enviado a todos os países.

O pesquisador disse que os Estados Unidos haviam ractificado importantes tratados internacionais como os que garantem os direitos civis e políticos e proíbem a tortura, mas era o único país que não ractificou o pacto sobre os direitos das crianças.

error: Content is protected !!