Ministério da Educação realiza seminário sobre educação à distância

O Instituto Nacional de Formação de Quadros da Educação (INFQE), em colaboração com a Fundação Calouste Gulbenkian, realiza nos dias 21 e 22 de Novembro, numa unidade hoteleira de Luanda, um seminário internacional sobre o Ensino à Distância e a educação itinerante

O evento estará centrado na apresentação e análise global das experiências africanas/angola nas e europeias, será presidida pela ministra da Educação, Ana Paula Elias e onta com prelectores internacionais, provenientes de universidade de Portugal, África do Sul e Rwanda.

“A dimensão territorial e a diversidade antropológica e cultural de Angola aconselham que o reforço da qualidade técnica, científica e pedagógica dos docentes, tenha em conta as possibilidades que a educação à distância oferece, quer em termos de economia de escala, quer em termos da utilização a todo o tempo de conteúdos favorecendo individuais/ grupais de autoformação”, lê-se na nota enviada a nossa redacção.

O documento, assinado por Isaac Paxe, diz ainda que a combinação de aplicações diversas favorece igualmente, quer na educação, quer na formação de professores, a educação itinerante face às fortes assimetrias regionais existentes e às dificuldades de recurso a instalações escolares de construção tradicional.

O seminário vai reafirmar que, enquanto factor de desenvolvimento, a Educação tem de contribuir para que cada vez menos haja em Angola crianças que nunca tenham ido à escola ou que cedo a tiveram de abandonar. A ideia é que nenhum país desperdice os seus melhores recursos.

De carácter internacional, o evento contará com a participação de directores nacionais das distintas direcções do Ministério da Educação, directores provinciais da Educação de todo o país, chefes de departamento do INFQE, entre outras entidades.

error: Content is protected !!