EUA dão ultimato à Turquia por causa dos sistemas s-400 russos

Os EUA sugeriram à Turquia “destruir, devolver ou se livrar” dos sistemas russos de defesa antiaérea S-400 Triumph, disse um alto representante do Departamento de Estado americano. “As entregas dos S-400 são inaceitáveis, elas colocam o risco de sanções. É verdade que o prazo [para a introdução de sanções] previsto na lei CAATSA não está definido nem é exacto”, disse o alto funcionário, cuja declaração foi divulgada pelo Departamento de Estado dos EUA.

“Ainda podemos falar muito sobre onde se aplicarão as sanções, qual será a amplitude e a profundidade das sanções à Turquia”, continuou. O representante americano observou que Ancara tem a “liberdade de acção” para voltar a negociar, a única condição é a rejeição dos sistemas Triumph, abrindo possibilidades para a compra dos sistemas Patriot americanos.

Aquisição dos sistemas Recentemente, durante a visita do homólogo turco Recep Tayyip Erdogan a Washington, o presidente americano Donald Trump disse que ele espera “resolver” a situação sobre a aquisição dos S-400. A crise nas relações entre Ancara e Washington começou em meados de Julho deste ano, quando começaram as primeiras entregas dos sistemas russos S-400, que estarão totalmente operacionais em abril de 2020.

Os EUA exigiram o abandono da transação e, em troca, que os turcos comprassem os complexos Patriot americanos, ameaçando atrasar ou mesmo cancelar a venda de caças F-35 americanos à Turquia, e também introduzir sanções. Ancara se recusou a fazer essas concessões.

error: Content is protected !!