Bairros Bagdad e Iraque em Luanda retratados em livro

Foi apresentada Sexta-feira, na Mediateca de Luanda, a obra científica “Formação dos bairros Bagdad e Iraque, em Luanda”, do académico Nsambu Vicente

O livro com 98 páginas, retrata a história da formação de dois bairros de Luanda, Bagdad, que só ficou na memória após ser demolido pelo Governo, e o Iraque, parcialmente habitado. Estes dois espaços geográficos, têm um lugar muito significativo na “historiografia” recente de Luanda. Em declarações à Angop, no final do acto de lançamento, Nsambu Vicente disse que pretende registar a história da formação daqueles dois bairros no espaço urbano luandense, tomando como referência de fundo a questão da origem dos nomes e dos seus habitantes.

O docente referiu que pretende mostrar os principais factores que levaram ao surgimento dos loteamentos de auto-construção, considerados irregulares, sua expasão, que se tornou um “problema” para o poder público da província de Luanda, tendo em conta as demolições ocorridas em 2009. Chamou a atenção para a necessidade de serem levados a cabo estudos sobre os bairros no sentido de facilitar a sua gestão, uma vez que Angola se prepara para as eleições autárquicas. A obra ”Formação dos bairros Bagdad e Iraque, em Luanda” é um livro científico que serve de parecer técnico para os gestores angolanos, sobretudo para os governos provinciais e as administrações municipais. O livro, dividido em cinco capítulos, foi impresso em Portugal pela Editora Mybook e teve uma tiragem de mil exemplares, estando a ser comercializado ao preço de 3500 Kwanzas, podendo também ser adquirido online.

Percurso do autor

Nsambu Baptista Vicente, nascido em Mbanza Kongo, província do Zaire, é autor do livro “Toponímia de Luanda: Casos da Ingombota e Mayanga (2018)”. É docente universitário e doutorando em História Contemporânea/ Universidade de Évora- Portugal.

error: Content is protected !!