Mil milhões de dólares americanos disponíveis a operadores mineiros

Operadores do sector mineiro podem, a partir de Dezembro, aderir a linha de crédito de mil milhões de dólares americanos, no âmbito do acordo, entre o Deutsche Bank (DB) e o Banco de Desenvolvimento de Angola (BDA), em Maio ultimo. O financiamento com o suporte de garantia soberana, emitida pelo Ministério das Finanças, visa financiar projectos prioritários pelo Governo de Angola no sector produtivo. Entretanto, esta semana durante a 1ª Conferência e exposição do sector mineiro que, em Luanda, foi apresentada aos investidores do sector mineiro à linha de crédito.

O director do Gabinete de Operações Estruturadas do BDA, Henda Inglês, disse que o acordo define os princípios e condições para o financiamento até 100% dos projectos do sector produtivo, através de um procedimento de documentação de empréstimo simplificado. Fora desta linha de crédito, o BDA está a avaliar uma carteira de financiamento para três projectos mineiros nas províncias do Uige, Huíla e Namibe, no valor traglobal de USD 39,08 milhões. Outra carteira de projectos, num total de 10 estimados em USD 18,36 milhões para as províncias do Namibe, Huíla, Lunda-Sul, Malanje, Cuanza-Sul e Bengo, também já deu entrada no BDA para análise e aprovação.

“O Ministério dos Recursos Minerais e Petróleos não deve nos ver apenas como um banco, mas sim como um parceiro. Estamos disponíveis para apoiar o sector”, garantiu Henda Inglês, sustentando a existência de recursos internos e externos por mobilizar para apoiar o sector mineiro em Angola. O VTB África é outra instituição financeira que apoia o desenvolvimento do sector mineiro em Angola. Uma das condições essenciais para atrair o crédito bancário é a apresentação de garantias sólidas que permitem o retorno dos fundos investidos, de modo a minimizar o risco de crédito para os bancos.

error: Content is protected !!