Desportivo da Huíla vence Santa Rita em jogo polémico

No Estádio do Ferrovia, os huilanos venceram, por 3-2, ontem os católicos. Nesta partida, a actuação do trio de arbitragem foi bastante censurada pelos dirigentes do Santa Rita de Cássia

Por: Mário Silva

Desportivo daaHuíla começou a perder ontem, mas conseguiu dar a volta ao marcador e venceu por 3-2 o Santa Rita de Cássia do Uíge, no Estádio do Ferrovia, em jogo referente à 12ª jornada do Girabola Zap. Com esta vitória, os huilanos somam 23 pontos na quinta posição, ao passo que os católicos mantêm-se na lanterna vermelha, ou seja, na última posição, com seis. Na partida de ontem, os adeptos do futebol assistiram a um embate que teve todos os ingredientes de um excelente espectáculo: emoção, bons golos, muita entrega dos jogadores de parte a parte e muitos lances polémicos.

No último minuto da partida, o avançado Santa Rita marcou o tento do empate, na primeira intervenção o árbitro principal validou, depois de consultar o seu auxiliar anulou o golo que ditou a derrota dos visitantes. Na cidade portuária do Lobito (província de Benguela), o Bravos do Maquis do Moxico, 8º/15 pontos, visitou Académica local, 3º/25, e terminaram o encontro com um nulo. Resultado que não altera o posicionamento das duas equipas na tabela classificativa. Na cidade do brilho do diamante (Lunda-Norte), com alguma surpresa o Sagrada Esperança (12º/10) e o Ferrovia do Huambo (14º/9) “acordaram” o empate, a uma bola, no Estádio do Dundo. Na cidade das Acácias Rubras, o Williet de Benguela, oitavo com 12 pontos, recebeu e venceu, por 2-0, o Cuando Cubango FC.

error: Content is protected !!