GOSCOP leva reflexão sobre o OGE à comunidade do Cazenga

O coordenador do Grupo de Organizações da Sociedade Civil para o Orçamento participativo (GOSCOp), Nelson paulo, referiu que o workshop teve como objectivo aumentar a lucidez e o conhecimento da comunidade do Cazenga em relação ao Orçamento Geral do Estado (OGE), de modo a que o mesmo seja inclusivo e contemple mais pessoas, comunidades e famílias

Por: Maria Custódia

De acordo com, Nelson Paulo, ao falar sobre o OGE não pretende apenas deixar conceitos, mas também motivação, melhorar a qualidade da comunidade quanto a observação deste orçamento e garantiu o apoio da sua organização na procura de solução para os vários problemas que as comunidades vivem. Considera que os principais problemas que afectam aquela comunidade estão ligados à falta de emprego, educação, habitação, saúde entre outros, e os jovens continuam a ser os mais lesados diante desta realidade. O responsável disse que já realizaram algumas actividades nas províncias do Uíge e Zaire, que têm actividades agendadas para as províncias de Benguela, Huíla e pretendem dar continuidade aos seus projectos em todo o país.

Segundo, Nelson Paulo, pretende lançar uma campanha de mobilização da sociedade para o projecto de construção de creches comunitárias com um padrão de qualidade aceitável, com o objectivo de ajudar aquelas famílias que não têm capacidade financeira para pagar. Já que o OGE não vai fazer face ao desafio de ter creches com maior qualidade. A organização conta com o apoio da Agência dos Estados Unidos da América para o desenvolvimento Internacional (USAID) no âmbito da formação de quadros, da ADRA e outras instituições, segundo o responsável, que falava à margem do workshop sobre o “Orçamento Geral do Estado” realizado no município do Cazenga, na Quarta- feira, 21 do mês corrente.

 

error: Content is protected !!