Avião cai no Leste do Congo e mata pelo menos 27 pessoas

Pelo menos 27 pessoas morreram, incluindo algumas em terra, quando um avião de pequeno porte se despenhou num bairro densamente povoado na cidade de Goma, no Leste da República Democrática do Congo, no Domingo, disse uma autoridade dos serviços de resgate. O avião a hélice, que era operado pela empresa local Busy Bee, caiu pouco depois da descolagem a caminho da cidade de Beni, a cerca de 250 Km a norte, disseram as autoridades.

A empresa disse que o Dornier 228-200, de 19 lugares, tinha 16 passageiros e dois tripulantes a bordo. Ainda não havia notícias sobre o que poderia ter causado o acidente. Joseph Makundi, coordenador dos serviços de resgate em Goma, disse à Reuters que 27 corpos foram recuperados dos escombros, incluindo os de várias pessoas atingidas por destroços. “Eu estava num restaurante com minha família quando vi o avião girando três vezes no ar e emitindo muita fumaça”, disse Djemo Medar, testemunha ocular no bairro de Mapendo, em Goma.

“Depois disso, vimos o avião colidir com esta casa”, disse ele, apontando para um prédio próximo. “Conhecemos o piloto. O nome dele é Didier. Ele estava gritando: ‘Me ajudem, me ajudem’. Mas não tínhamos como chegar até ele porque o fogo era muito intenso ”, disse Medar. No local do acidente, os moradores lançaram baldes de águabaldes nos destroços fumegantes. A parte traseira do avião repousava de lado, apoiada numa parede, mostraram vídeos postados nas mídias sociais.

A Polícia prendeu um homem por roubar dinheiro dos escombros e disparou tiros de advertência para dispersar as pessoas que começaram a saquear, disse ele. Os acidentes aéreos são relativamente frequentes no Congo por causa de padrões de segurança frouxos e manutenção deficiente. Todas as transportadoras comerciais congolesas, incluindo a Busy Bee, estão proibidas de operar na União Europeia. Um avião de carga partindo do mesmo aeroporto com funcionários do presidente Felix Tshisekedi caiu uma hora após a descolagem no mês passado, matando as oito pessoas a bordo.

error: Content is protected !!