Recolha de lixo porta a porta reduz amontoado de resíduos no Lubango

A recolha de lixo porta a porta, implementado desde Janeiro deste ano no Lubango, atingiu em Outubro 22 mil 483 toneladas, reduzindo o amontoado de resíduos na sede da província da Huíla

Mais de 5 mil residências do município do Lubango aderiram ao novo modelo de recolha de lixo, monitorado pela administração municipal e executado por cinco operadores com 24 motociclos de três rodas, mediante uma cobrança semanal de 200 Kwanzas por casa.

Em declarações ontem (Segunda- feira) à Angop, no Lubango, o director municipal de saneamento básico, espaços verdes e cemitérios, Venâncio Ukuahamba, disse tratar-se de um projecto que evita enchentes nos 271 contentores espalhados pela cidade. Segundo ele, a iniciativa envolveu apenas os bairros com acesso fácil, como Bula Matadi, Benfica, Santo António, Machiqueira e António Agostinho Neto.

Venâncio Ukuahamba disse que o trabalho está a ser positivo nas zonas com grande fluxo de lixo, como o centro da urbe, onde se observa uma diminuição dos amontoados de resíduos e diminuição do número de contentores. O lixo recolhido na cidade do Lubango e na periferia é depositado no aterro sanitário do Luyovo. O novo modelo de recolha de lixo gerou 73 postos de trabalho. Dados do censo populacional de 2014 estimavam que cada um dos 776 mil e 249 habitantes do Lubango produzia diariamente 0,44 quilogramas de resíduos sólidos.

error: Content is protected !!