Giuliani diz a Trump, por telefone, que estava a brincar sobre ter “apólice de seguro”

O advogado pessoal do Presidente Donald Trump, Rudy Giuliani, ligou para o Presidente norte-americano esta semana para tranquilizá-lo de que estava a brincar quando disse aos media que tinha um “seguro”, caso Trump se voltasse contra ele no escândalo sobre a Ucrânia, disse o advogado de Giuliani nesta Quarta-feira.

O advogado, Robert Costello, afirmou que Giuliani telefonou para Trump, “por minha insistência”, para enfatizar que ele não estava a falar a sério quando disse que tinha uma “apólice de seguro, se fosse empurrado para debaixo do autocarro”. “Ele não deveria brincar, não tem graça nenhuma.

Eu disse-lhe: ‘Dez mil comediantes estão sem trabalho e você faz uma piada. Não funciona desta maneira’”, declarou Costello à Reuters. Giuliani já havia dito que estava a ser sarcástico quando fez os comentários. Trump também os ignorou, dizendo a repórteres no Salão Oval nesta semana que “Rudy é uma pessoa de bem”.

A Casa Branca recusou-se a comentar a declaração de Costello. Giuliani despontou como uma figura central no inquérito de impeachment na Câmara dos Deputados liderada pelos democratas contra Trump, acusado de abusar do seu cargo para obter ganhos políticos pessoais ao pressionar a Ucrânia a investigar o ex-vice-presidente Joe Biden, um dos principais pré-candidatos democratas na disputa presidencial de 2020, e o seu filho Hunter, ex-membro do conselho de uma empresa de energia ucraniana. Autoridades antigas e actuais dos EUA prestaram depoimento no res, segundo o modelo.

A projecção aponta para 43 vagas para o Partido Nacional Escocês (SNP) e 13 para os Liberais Democratas.inquérito afirmando que Giuliani realizou uma política externa paralela na Ucrânia e que ficou claro para eles que uma reunião na Casa Branca entre o Presidente ucraniano, Volodymyr Zelenskiy, dependia de a Ucrânia realizar os desejos de Trump.

error: Content is protected !!